Início Dr. Cláudio Contato Blog do Dr. Cláudio Links Facebook LinkedIn

Orientação a Clientes – Outras Informações

Qual a idade ideal para se iniciar o tratamento ortodôntico?

A idade ideal para o início do tratamento varia de caso para caso. Alguns problemas devem ser tratados o mais cedo possível, já outros devem ser interceptados durante a troca da dentição e pré-adolescência, enquanto que alguns casos devem ser tratados com o auxílio de cirurgia na idade adulta. Assim, de uma maneira geral, a consulta ao ortodontista deve ser realizada o mais cedo possível, após a erupção dos dentes de leite, para avaliação da necessidade ou não de tratamento.

 

Quais os problemas mais comuns durante o tratamento ortodôntico?

Cáries, doenças gengivais e manchas permanentes nos dentes podem ocorrer se o paciente não escovar os dentes adequada e freqüentemente, conforme as orientações profissionais, mas é bom lembrar que esses problemas podem aparecer mesmo sem aparelhos ortodônticos. Outro problema comum é a quebra do aparelho devido a alimentos duros, o que pode atrasar o tratamento.

 

Os dentes podem voltar a entortar após o tratamento ortodôntico?

Os dentes e os ossos maxilares têm uma tendência a retornar à sua posição original após o término do tratamento. Esta “recidiva” pode ser reduzida a um nível insignificante, se os pacientes seguirem fielmente as recomendações do Ortodontista durante o período de contenção. Entretanto, não se pode esquecer que ao longo da vida, poderão ocorrer alterações adversas na oclusão do paciente, decorrentes de diversos fatores, tais como, a erupção dos terceiros molares, crescimento, respiração bucal, desgaste normal dos dentes e outros hábitos orais que fogem ao controle do Ortodontista.

 

É verdade que os dentes “siso” empurram e entortam os dentes da frente?

Não existe comprovação científica de que o siso possa “empurrar” os demais dentes e causar apinhamento (dentes tortos) nos dentes anteriores. Sabe-se que o apinhamento dos dentes anteriores é causado por outros fatores (como atraso no crescimento da mandíbula) que coincide com a época de erupção dos “sisos” levando à errônea interpretação. Apesar dessa falta de comprovação, há relatos de pacientes adultos cujos sisos não foram extraídos após o tratamento ortodôntico e que voltaram a apresentar apinhamento nos dentes anteriores.

 

O tratamento ortodôntico pode levar à perda dos dentes?

O tratamento ortodôntico, quando corretamente realizado por profissional especializado não gera problemas para a dentição, somente um suave arredondamento na extremidade da raiz dos dentes visível algumas vezes por radiografias. Aqueles pacientes com problemas nos tecidos que suportam e protegem os dentes, devem ser tratados previamente e acompanhados durante todo o tratamento. É bom lembrar que o cuidado com a higiene bucal é imprescindível para se evitar o aparecimento de problemas gengivais ao longo do tratamento, mas ainda assim, em raros casos, onde nenhuma condição patológica seja previamente detectada, poderá também ocorrer alguma alteração nestes tecidos.

 

Qual tempo de duração do tratamento ortodôntico?

O tempo de tratamento varia de acordo com a resposta individual à força aplicada para movimentação dentária. Aumentando-se a intensidade da força, além de não se conseguir uma movimentação dentária mais rápida, pode-se gerar uma destruição óssea desfavorável. Assim, um tratamento ortodôntico convencional em paciente adulto jovem leva em média 2 anos, podendo ser mais prolongado ou mais rápido de acordo com as necessidades de cada caso. Casos que necessitam de tratamento a partir de uma idade precoce geralmente são mais prolongados e devem ser acompanhados durante todo o crescimento até o final da adolescência.

 

Adultos também podem usar tratamento ortodôntico?

Sim. Apesar de ainda haver um certo receio por parte de alguns, o tratamento em adultos é realidade e desde que realizado com a técnica correta e com controle adequado de higienização, pode produzir excelentes resultados tanto na mastigação quanto na estética.