Início Dr. Cláudio Contato Blog do Dr. Cláudio Links Facebook LinkedIn

Orientação a Clientes – Aparelho para Ronco e Apnéia

O tratamento com aparelho oral é hoje um dos mais indicados e é eficiente na maioria dos casos. Ele avança a mandíbula tracionando os tecidos da garganta, aumentando a passagem do ar e, também não deixa que a boca se abra quando a pessoa dorme e relaxa a musculatura.

Alguns efeitos colaterais podem ser sentidos nos primeiros dias de uso do aparelho, que são:

– Dor leve nos dentes anteriores
– Aumento na salivação
– Ao acordar e retirar o aparelho sensação de que os dentes não “encaixam”

Estes sintomas são normais e passageiros, desaparecendo com o uso contínuo do aparelho, podendo reaparecer após ficar algum tempo (dias) sem usá-lo. O principal cuidado que se deve ter com o aparelho é a higiene, que deve ser feita segundo o seguinte esquema:

Ao acordar remova o aparelho e escove-o com sabão de côco (reserve um só para isso, e tenha uma escova só para o aparelho). Antes de colocar o aparelho, à noite, escove-o com a sua pasta de dentes. Nunca guarde o aparelho sem lavá-lo, pois a saliva, quando seca no aparelho, altera sua aparência e deixa um cheiro desagradável; uma vez por semana recomenda-se o uso de um produto de limpeza profissional, encontrado em supermercados e farmácias. Não utilizar água quente.

O aparelho não traz nenhuma mudança permanente, seu uso é semelhante ao dos óculos, pois só funciona enquanto se está usando. O tempo médio de durabilidade do aparelho é de dois a três anos, dependendo dos cuidados, e de algumas características individuais como o tipo de saliva, a facilidade de formação de tártaro, etc… Após este tempo, dependendo do estado do aparelho, deve-se fazer um novo aparelho, ou se possível submeter o aparelho a uma limpeza através de ultrasom, que em alguns casos pode permitir que o aparelho seja usado ainda por mais algum tempo.